Tuning SQL Oracle

O gerenciador de banco de dados Oracle é líder de mercado, e está presente em empresas de todos os portes. Os sistemas de aplicação destas empresas precisam acessar os dados que se encontram armazenados nas bases Oracle e somente podem fazê-lo através da linguagem SQL, independentemente da linguagem utilizada no desenvolvimento. Saber escrever comandos SQL de forma eficiente, trazendo boa performance, é muito importante. Uma parcela significativa de profissionais de TI interage com bancos de dados Oracle e para esses profissionais este conhecimento traz produtividade e qualidade ao seu trabalho diário.

Carga Horária: 30hs

:: Objetivo do Curso ::

Este curso tem por objetivo ensinar aos profissionais de TI que acessam bases de dados Oracle, as regras mais importantes para a construção de comandos SQL eficientes. Estes conhecimentos também são extremamente úteis na melhoria de comandos SQL existentes nos sistemas aplicativos já em produção nas empresas. Além disso são apresentadas as ferramentas de diagnóstico que permitem identificar os comandos SQL mais pesados e trabalhá-los em uma abordagem passo a passo de forma a melhorar seu desempenho. Outras técnicas existentes no Oracle tais como tipos de índices, sua criação e administração, materialized views, também são apresentadas.

:: A Quem Se Destina ::

A todos os profissionais de desenvolvimento de sistemas, programadores ou analistas, que acessem bases de dados Oracle, independente da linguagem utilizada na escrita dos programas.
Aos programadores PL/SQL. Aos profissionais de TI que trabalham com BI acessando bases de dados Oracle.
Aos DBAs Oracle que com muita frequência são chamados a cooperar na melhoria da performance de comandos SQL.

:: Conteúdo ::

Para obter maiores informações sobre este curso, clique no botão abaixo:





Clique no botão abaixo , irá para o Calendário de Turmas, onde tem "Pré-Inscrição" ao lado da programação da  turma de sua preferência, clique e preencha o formulário


Módulo 1 - Introdução à arquitetura do Oracle



- Estrutura física do banco de dados.
- Organização das estruturas de memória.
- ASMM.
- Shared Pool.
- Áreas compartilhadas para comandos SQL.
- PGA.
- Conexão a uma instância.
- Fases do processamento de um comando SQL.
- Processando o commit.
- Funções do query optimizer.
- As causas mais relevantes de prejuízo à performance.


Módulo 2 - Estabelecendo uma metodologia para o tuning



- Fatores que devem ser considerados.
- Os objetivos do tuning.
- Visão geral do tuning de SQL.
- Identificando os comandos SQL de maior impacto sobre a performance.
- Passos para o tuning manual.
- Coletando estatísticas para o optimizer.
- Revisando o plano de execução.
- Restruturando um comando SQL.
- Reestruturando índices.
- Tuning de SQL automático.
- SQL Tuning advisor.
- SQL Access advisor.


Módulo 3 - Projetando e desenvolvendo visando a performance



- Conceito de escalabilidade.
- Uma metodologia de tuning proativa.
- Simplificando o projeto das aplicações.
- Projetando tabelas.
- Projetando índices.
- Uso de views.
- A importância do compartilhamento de cursores.
- Escrevendo SQL para compartilhar cursores.
- Parâmetros que influenciam o compartilhamento de cursores.


Módulo 4 - Introdução ao optimizer



- O que é o optimizer.
- Funções do optimizer.
- Conceito de seletividade.
- Conceitos de cardinalidade e custo.
- Estatísticas para o optimizer e o dicionário de dados.
- Controlando o comportamento do optimizer.
- Otimizando comandos SQL.
- Trajetórias de acesso.
- Métodos de join.


Módulo 5 - Operações do optimizer



- Como o optimizer executa comandos.
- Escolhendo uma trajetória de acesso.
- Full table scan.
- ROWID scan.
- Index scan.
- Fazendo join de várias tabelas.
- Terminologia utilizada no join.
- Regras de ordenamento utilizadas no join.
- Otimizando um join.
- Métodos de join.
- Nested loop join.
- Hash join.
- Sort-merge join.
- Como o optimizer escolhe o plano de execução de um join.
- Operações de sort.
- Tuning nas operações de sort.


Módulo 6 - Planos de execução



- O que é plano de execução.
- Métodos utilizados para visualizar o plano de execução.
- Comando EXPLAIN PLAN.
- A view V$SQL_PLAN.
- AWR-Automatic Workload Repository.
- Fazendo trace a partir do SQL*Plus.


Módulo 7 - Coletando estatísticas



- O que são as estatísticas do optimizer.
- Tipos de estatística.
- Como as estatísticas são coletadas.
- Coleta automática de estatística.
- Coleta manual de estatística.
- Monitorando comandos DML.
- Amostragem.
- Paralelismo.
- Histogramas.
- Coletando estatísticas sobre índices.
- Amostragens dinâmicas.
- Estatísticas de tabelas e colunas.
- Coletando estatísticas sobre o sistema (I/O e CPU).


Módulo 8 - Fazendo trace de aplicações



- Visão geral do trace de aplicações.
- Trace de aplicações utilizando o OEM.
- O recurso de SQL Trace.
- Utilitário TKPROF.
- Habilitando o SQL Trace.
- Parâmetros de inicialização que influenciam o SQL Trace.
- Analisando o resultado do TKPROF.


Módulo 9 - Identificando os comandos SQL de maior consumo de recursos



- ADDM.
- Identificação manual.
- Identificação utilizando OEM.
- O utilitário STATSPACK.
- A view V$SQLAREA.
- Identificando a ocorrência de full table scan.


Módulo 10 - Uso de índices



- Regras gerais para a utilização de índices.
- Tipos de índices.
- Quando indexar.
- Efeito dos índices sobre as operações de DML.
- Índices e restrições de integridade.
- Índices e chaves estrangeiras.
- Métodos de acesso utilizando índices.
- Identificando índices sem uso.
- Índices compostos.
- Quando utilizar índices do tipo bitmap.
- Índices baseados em função.
- IOT-Index Organized Tables.


Módulo 11 - Usando diferentes índices



- Este é um capítulo adicional ao capítulo 10, onde aprofundaremos o entendimento e o uso dos índices compostos e os índices de Bit Maps.


Módulo 12 - Hints



- O que é o hint.
- Especificando hints.
- Regras para o uso de hints.
- Sintaxe para uso do hint no comando SELECT.
- Diferentes tipos de hint e sua utilização.


Módulo 13 - Materialized views



- O que é a materialized view.
- Benefícios do uso de materialized views.
- Criando uma mview.
- Tipos de mview.
- Métodos de refresh.
- Modos de refresh.
- Uso do package DBMS_REFRESH para o refresh manual.

.:Preço

** INVESTIMENTO NO CURSO COMPLETO:

R$ 2.310,00 em 10 parcelas de R$ 231,00 (no cartão )

R$ 2.200,00 em 10 parcelas de R$ 220,00 (no cheque - pré)


** Faturamento por Empresa: serão acrescidos os encargos referentes à emissão da Nota Fiscal

.:Depoimentos

.:Envie um Comentário

Calendário de Turmas

Horários e turmas